• denuncias
  • peticionamento
  • mediacao
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Informe-se
  • MPT-RJ seleciona entidades para celebrar convênio de coleta seletiva
  • audiência
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos
  • MPT-RJ reforça a importância do combate ao racismo na sociedade
  • Acompanhe o MPT-RJ no Instagram!
  • Campanha “#NossoLugarÉLegítimo”: Vídeos e mensagens sobre racismo serão divulgadas nas redes sociais do MPT. Também será lançado banco de imagens com profissionais negros.
  • Edital convoca empregados e ex-empregados do Jornal do Brasil
  • Documentário expõe alto índice de mortes no trabalho. Clique para assistir.
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos

MPT-RJ: Projeto Cozinha e Voz forma primeira turma no RJ

MPT e OIT são idealizadores do projeto

 

O Ministério Público do Trabalho no Estado do Rio de Janeiro (MPT-RJ) esteve presente na formatura da primeira turma do Cozinha e Voz no Estado do Rio de Janeiro, na quinta-feira, dia 12 de dezembro de 2019, no auditório do Senac-RJ.

Antes de receberem os diplomas, os 25 participantes do projeto Cozinha e Voz se apresentaram diante dos convidados com um recital de poesias, dirigido pela atrizes Geovana Pires e Elisa Lucinda, fundadoras da Casa Poema, instituição parceira do projeto.

A formatura contou com a presença do procurador chefe do MPT-RJ, João Batista Berthier, das procuradoras do Trabalho Daniela Ribeiro Mendes, Lisyane Chaves Motta, Maria Vitória Sussekind Rocha e do procurador do Trabalho Artur de Azambuja Rodrigues.

João Batista Berthier agradeceu a parceria com as instituições envolvidas e organizações não governamentais e destacou: “Direitos Humanos servem para muitas coisas, servem para ter ideais, para você se revoltar com o que você vê, para se indignar, para reagir e para lutar. Parabéns a vocês que se formam e contem conosco”.

O evento também teve a presença de Thais Dumet Faria, especialista em Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho na América Latina e Caribe, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), e da chef de cozinha Paola Carosella, também parceiras do projeto.

“Não é só um discurso, tem que acontecer. Vocês precisam ter direito a um emprego bom, que vocês gostem, aonde vocês sejam bem cuidados, onde vocês entreguem o melhor de si. Se não é na cozinha, que seja em outro lugar. Que Cozinha e Voz seja apenas uma semente para isso”, completou a chef Paola Carosella.

O objetivo da iniciativa é promover empregabilidade para pessoas em grupos de vulnerabilidade, que sofrem constantes discriminações e preconceitos (racial, gênero, social, orientação sexual), com o intuito de incluí-los no mercado de trabalho digno e seguro.

O projeto tem algumas fases que envolvem oficina de poesia, acolhimento, capacitação técnica e acompanhamento e auxílio na recolocação profissional e já formou mais de 250 pessoas entre 2017 e 2018, nos estados de São Paulo, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

No Rio de Janeiro, o Cozinha e Voz também recebeu o apoio das organizações não governamentais: Liga Trans Carioca João Nery, Grupo Diversidade Niterói, Grupo Transdiversidade Niterói, Casa Nem, Grupo Arco-Íris e ONG Casinha, por meio do encaminhamento dos candidatos para o processo de seleção do projeto.

Assessoria de Comunicação • Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ)
(21) 3212-2121 • (21) 9 9423-7936
prt01.ascom@mpt.mp.br
prt1.mpt.mp.br | Twitter: @MPTRJOficial | Facebook: MPTRJ.Oficial  Instagram: @mpt.rj

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • AUDIN
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos