• denuncias
  • peticionamento
  • mediacao
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • carnaval
    • mpt-na-midia
    • Quatro Cooperativas são selecionadas para fazer a coleta seletiva do MPT-RJ. Saiba mais.
    • Documentário expõe alto índice de mortes no trabalho. Clique para assistir.

    Procurador-chefe em exercício manifesta apoio à atuação da PTM de Campos dos Goytacazes

    João Batista Berthier afirmou que o MPT-RJ estuda criar grupo de trabalho para auxiliar em temas chaves da Região

    O procurador-chefe em exercício do Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ), João Batista Berthier, visitou, nesta quarta-feira (3/2), a Procuradoria do Trabalho no Município de Campos dos Goytacazes. Na ocasião, ele se reuniu com as procuradoras da PTM, Sueli Bessa e Mariana Vieira da Silva Almeida, e manifestou apoio à atuação da unidade, responsável por apurar denúncias de irregularidades trabalhistas em 18 municípios do norte fluminense.

     Imprimir 

    Abertas as inscrições para o Prêmio MPT de Jornalismo 2016

    Premiação realizada pelo Ministério Público do Trabalho está em sua terceira edição e distribuirá R$ 400 mil em oito categorias e dois prêmios especiais

    Estão abertas, até 6 de maio, as inscrições para a edição 2016 do Prêmio MPT de Jornalismo. Podem participar jornalistas, fotógrafos, repórteres cinematográficos e estudantes de jornalismo em oito categorias: jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, universitário e repórter cinematográfico. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.premiomptdejornalismo.com.br e serão encerradas às 18 horas do dia 6 de maio. Podem concorrer reportagens publicadas em veículos de comunicação de todo o país no período de 2 de maio de 2015 a 6 de maio de 2016.

     Imprimir 

    MPT faz alerta contra o trabalho infantil nos principais carnavais do país

    A veiculação da campanha será financiada com recursos de ação pelo descumprimento de legislação trabalhista

    Durante o carnaval, o Ministério Público do Trabalho (MPT) vai promover a campanha “Trabalho infantil não é legal”, para alertar os cidadãos sobre os prejuízos causados pelo trabalho infantil e incentivar os foliões a ajudar no combate a essa prática irregular. Com o slogan “Neste carnaval, não deixe o trabalho infantil desfilar”, as peças estarão disponíveis em revistas de bordo e locais de grande visibilidade como aeroportos, pontos de ônibus e transportes públicos das cidades do Rio de Janeiro, Salvador, Recife e São Paulo, onde ocorrem os principais carnavais do país.

    Veja o vídeo da campanha. 

     Imprimir 

    MPT-RJ faz proposta de reajuste a aeroviários e empresas aéreas na tentativa de trégua

    Trabalhadores farão nova assembleia nesta quarta-feira (3/2) para avaliar possibilidade de suspender a greve, no intuito de reabrir negociação com empresários

    Os sindicatos dos aeroviários e das empresas aéreas se reuniram, nesta terça-feira (2/2), no Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ), no intuito de discutir a proposta de reajuste para a categoria. Os profissionais, que atuam nos aeroportos e empresas de táxi aéreo, anunciaram que vão iniciar uma paralisação de 48 horas à meia noite, que vai afetar 30% do efetivo. Na audiência, o MPT-RJ propôs um reajuste de 11% parcelado de fevereiro até outubro para os profissionais, além de pagamento de abono de R$400 a R$600. A proposta será levada à assembleia dos trabalhadores nesta quarta-feira (3/1) para que avaliem a possibilidade de uma trégua na greve.

     Imprimir 

    Atendimento ao público na sede do MPT-RJ será suspenso de 5 a 10 de fevereiro

    Nesta sexta-feira (5/2), não haverá expediente na sede e nas PTMs de Itaguaí, Cabo Frio, Niterói, Nova Iguaçu e Nova Friburgo. Nas PTMs de Campos dos Goytacazes, Petrópolis e Volta Redonda, o funcionamento será das 8h às 12h.

    O expediente na sede do Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) será suspenso a partir desta sexta-feira (5/2) até a quarta-feira de cinzas (10/2). A suspensão também afeta as Procuradorias do Trabalho nos Municípios de Cabo Frio, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu e Itaguaí - que está funcionando provisoriamente no edifício sede do MPT-RJ. Já nas PTMs de Campos dos Goytacazes, Petrópolis e Volta Redonda o funcionamento será das 8h às 12h.

     Imprimir 

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal